Mario Persona é Palestrante, Escritor e Consultor de comunicação, marketing e carreira.

Testemunhos | Clientes | Experiência | Livros | Crônicas | CONTATO PARA PALESTRAS

Bastidores TV Barbante


Em 2006 coloquei no ar a TV Barbante, poucos meses depois do lançamento do Youtube. Apesar de algumas críticas e conselhos de amigos sugeriram que eu fizesse algo mais profissional, achei que aquele modelo de vídeo "amarrado com barbante" era o que iria pegar na Internet. E foi o que pegou. O estilo informal e caseiro dos vídeos do Youtube moveram o foco, da qualidade da gravação para a relevância do conteúdo, e as redes de TV passaram a exibir vídeos toscos lado a lado com suas produções de alta tecnologia. Desde que a TV Barbante foi lançada, seus vídeos apenas no Youtube (alguns também estão duplicados em outros serviços) já foram vistos este tanto: . Pouco tempo depois de ir ao ar a TV Barbante foi assunto de uma matéria do jornal O Estado de São Paulo sobre vídeos na Internet, o que na época ainda era novidade. 



Em 2008 criei outro canal no Youtube, "O evangelho em 3 minutos", para publicar comentários bíblicos. Este canal tem hoje . Como fiz com a TV Barbante, criei também um blog de mesmo nome e passei a extrair o áudio dos vídeos para publicar em um Podcast. Se você quiser criar sua TV Barbante, aqui vai a receita: "Pegue um rolo de barbante..." Brincadeira. Na verdade não é preciso muita coisa para competir com a Globo ou a CNN. "Competir" significa tirar dois ou três telespectadores deles durante os dois ou três minutos que vai durar seu programa.




Primeiro você precisa de um estúdio. O meu começou em meu próprio escritório, como na foto acima, mas agora uso um quarto dos fundos (o escritório é de frente e pega ruído da rua) ou às vezes a sala do apartamento. Dependendo do que vou gravar coloco um pano preto ou branco de fundo, iluminação (eu mesmo fiz com caixas de PVC dessas de material para escritório) com lâmpadas fluorescentes a 45 graus com refletores feitos daquele material que se coloca dentro do carro em dia de sol para proteger o painel. Também tem uma luz fluorescente no teto. 




Antes que você pergunte, não coloco iluminação profissional por ser muito quente para um escritório pequeno onde não posso ligar o ar condicionado cujo barulho poderia interferir na gravação. A iluminação da foto acima já foi substituída por conjuntos de lâmpadas LED como estas: 







A câmera no início ficava num mini tripé sobre a mesa na minha frente, entre mim e o monitor do computador. Usando um mouse sem fio o monitor se transformava em um teleprompter improvisado onde eu lia o script atrás da câmera. Para poder enxergar o texto eu usava uma câmera pequena e estreita Genius-G-Shot (às vezes duas, para ter dois ângulos de gravação). Tenho também uma Panasonic Mini DV que usava no início mas exigia muito trabalho para converter o vídeo da fita para o formato digital. Embora tivesse melhor qualidade de imagem para grandes ambientes, não consegui uma imagem nítida com a iluminação fluorescente. 

Canon VIXIA HF M500 Full HD 10x Image Stabilized Camcorder with One SDXC Card Slot and 3.0 Touch LCD


Agora uso uma câmera melhor (Canon Vixia HFM500) colocada sobre meu notebook a uma distância maior e em um plano mais elevado, o que faz com que pareça que estou olhando para a lente, quando na verdade estou lendo sob ela. O segredo é enquadrar com o zoom. Mas cheguei a fazer também um teleprompter como explico neste link e na imagem abaixo.




Porém o método da câmera sobre o notebook é muito mais prático e a rolagem do texto (no Word e com letras grandes) é feita com um mouse sem fio.





Minha conclusão: Usando o Word em modo browser, tanto pressionando o botão de rolagem do mouse para colocá-lo em modo “scroll” e passando o mouse sobre uma superfície, ou usando o botão de rolagem diretamente, ou simplesmente definindo uma velocidade de scroll correta para ficar com as mãos livres, consigo o efeito do teleprompter sem os inconvenientes da péssima definição de um teleprompter caseiro com vidro barato. E marcando a inclinação da câmera, zoom da lente, altura do tripé e distância de filmagem para nunca perder tempo reconfigurando ficou muuuuiiiito mais simples gravar meus vídeos da “TV Barbante”. 

Esqueça o microfone da câmera, que é ruim. Uso um microfone barato de PC, sem haste, colocado sob a camisa. Peguei um microfone de haste como o da foto, quebrei a haste usando só a cabeça do microfone colada no sob o gogó com fita crepe debaixo da camisa. Gravo o áudio em um gravador Olympus WS-300M 256 MB Digital Voice Recorder e depois transformo o arquivo para mp3.  Mas descobri que áudio em mp3 pode causar diferenças no comprimento da faixa e aí quando sincronizo o início, no final de um vídeo longo ele já perdeu a sincronização. Agora uso direto o formato WMA para evitar isso. Também aposentei meu Olympus Recorder (esquerda) e passei a usar um modelo mais novo.


 Quando preciso converter diferentes formatos de vídeo ou áudio uso o Format Factory. Também uso o AVS Video Converter. Para editar antigamente eu usava o Windows Movie Maker, que vem junto com o Windows XP, para a edição final e para sincronizar a faixa de áudio, mas agora faço isso com o AVS Video Editor. Os vídeos são publicados no Youtube e também neste blog criado no Blogger . 

Se você for profissional de vídeo deve estar se divertindo à beça com tanto amadorismo. Nem se preocupe em enviar uma proposta para gravar meus vídeos com qualidade profissional, porque não é minha intenção. Meu objetivo não é fazer uma TV Barbante parecida com uma TV convencional. Eu nunca iria conseguir competir com a telona usando essa telinha horrorosa de computador. Além disso, se ficar profissional vou precisar outro nome, algo que não seja mais amarrado com barbante. "TV Durex", "TV Tenaz", "TV SuperBonder"... 

Quase ia me esquecendo da melhor parte... Ganho dinheiro com a TV Barbante no Youtube. Quer saber como ganhar dinheiro com o Youtube? Bem, crie uma estratégia para fazer do Youtube um aliado na promoção de seus produtos, serviços ou marca de sua empresa . É surpreendente o número de clientes que me contratam para palestras depois de terem visto um vídeo da TV Barbante. Além disso, se você tiver um número significativo de views o Youtube irá desejar que você entre no programa de parcerias. A inserção de publicidade no canal do Youtube e também no blog gera receita. Não tanta quanto o preço de uma palestra, mas dá para jantar fora de vez em quando. 

Atualmente meu estúdio é "móvel", isto é, às vezes gravo no escritório, usando de fundo a estante de livros, às vezes na sala em diferentes poltronas, e para "O Evangelho em 3 Minutos" e "O que respondi" tenho usado um quarto do fundo onde não tem tanto ruído da rua. Lá preciso colocar os colchões encostados nas paredes para reduzir o eco, já que o quarto não tem cortinas (é, seu sei, existem meios de melhorar a acústica...). Meu último investimento foi um ar condicionado que só pode ser ligado nos intervalos para refrescar o quarto, mas não durante a gravação por causa do ruído que causa.




Como pode ver meu "estúdio" é uma vergonha para a classe dos profissionais de comunicação, mas para mim o que importa é que funciona. Afinal, este é o estúdio da TV Barbante, aquela amarrada com barbante, portanto eu não conseguiria ser mais coerente do que sou usando instalações tão mambembes quanto estas. 



O mesmo "estúdio" é usado para meus vídeos do "Evangelho em 3 Minutos" e do "O que respondi", ambos dedicados respectivamente a evangelizar e esclarecer dúvidas de leitores da Bíblia. Para o primeiro costumo usar uma camiseta cinza e fundo preto e para o segundo camiseta preta e fundo branco. As razões para isso são, primeiro, que não quero parecer nenhum padre, pastor ou clérigo de alguma denominação religiosa, porque não o sou e nem pretendo ser. Sou cristão, porém congrego fora dos sistemas religiosos. Segundo, porque a cor da roupa e do fundo pode ajudar ou atrapalhar quando você usa uma câmera barata como a minha e iluminação mais barata ainda. No vídeo abaixo um trecho de um "making of" de "O que respondi".



Agora vem a melhor parte: Gravar vídeos em casa, sozinho e em condições amarradas com barbante (os americanos chamariam a isso "TV on a shoestring" não deixa de ter gafes ou "bloopers", como quando preciso interromper uma gravação para atender ao telefone. Imagine como fico feliz quando isso acontece e ainda mais quando é engano!



Em Tempo: apenas meu canal TV Barbante está cadastrado para ganhar participação na publicidade. Outros canais meus, como www.youtube.com/mp3minutos e www.youtube.com/respondidas que são comentários sobre a Bíblia eu decidi não cadastrá-los para ganhos com publicidade, tanto para não dar a conotação de estar fazendo aquilo por dinheiro, como também para evitar que vídeos impróprios (como são os de alguns comerciais) pudessem aparecer junto com a mensagem.

Nenhum comentário:

Postagens populares

Para baixar estes vídeos:

1. Encontre o endereço do vídeo no www.youtube.com/tvbarbante
2. Insira a palavra "kick" logo após o "www." tipo assim: www.kickyoutube.com/watch?v=Z8cPL0UIpzc
3. Na barra que aparecer no topo escolha o formato
5. Clique no botão GO à direita e escolha onde quer salvar